A Energia Solar Fotovoltaica No Brasil

energia solar no brasil

A energia solar no Brasil é bastante promissora. Não à toa é um dos maiores geradores de energia solar fotovoltaica, ocupando o 10º lugar no ranking mundial.

E, como já discutimos no artigo “Tendências da energia solar fotovoltaica para 2019”, a projeção é de que acelere a economia nacional, com crescimento de 88,3% em relação a 2018!

Neste texto, falaremos um pouco sobre esse tipo de fonte de energia renovável e limpa que vem mudando a realidade de muitas residências e empresas do país!

Alguns dados sobre a energia solar fotovoltaica no Brasil

Os dados abaixos são recentes, de 2017, e foram retirados da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR).

Confira:

  • Telhados solares: 11.400;
  • Sistemas fotovoltaicos instalados: 12.500 (100 MW de microgeração) — sendo 80% em residências, 15% em comércios, 2% em indústrias, 2% em zona rural, 2% em iluminação pública e 1% no setor público.
  • Previsão de investimento: R$ 4,5 bilhões.
  • Previsão da capacidade instalada: 1.000 MW (para o final de 2017)
  • Redução do custo da geração da energia (entre 2007 e 2017): 75%

Além disso, a região Nordeste é a que possui maior índice de irradiação solar por conta das condições climáticas. Isto é, apresentam a maior média anual de temperatura e menor variabilidade anual. Com certeza, é onde possui o maior potencial para a energia solar no país!

Iniciativas da energia solar no Brasil

  • A ABSOLAR, criada em janeiro/2013, tem a missão de fomentar o mercado solar fotovoltaico brasileiro, defendendo o interesse dessa indústria e derrubando as barreiras do setor, para que ele prospere;
  • A SolarPV é associada premium da ABSOLAR;
  • O Solcial é o primeiro programa social de energia solar no Brasil. Pretendem levar essa fonte de energia renovável a quem precisa, selecionando, buscando financiamento e instalando equipamentos de energia solar em instituições de caridade;
  • Minas Gerais é o primeiro estado brasileiro a dar isenção de ICMS para a energia solar;
  • O Instituto Ideal (Instituto para Desenvolvimento de Energias Alternativas da América Latina) se dedicam a fomentar e divulgar o uso da energia solar no Brasil, por meio de diversos projetos;
  • Os cartões ConstruCard, da Caixa Econômica Federal, permite realizar a compra de sistemas de geração solar;
  • O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento) está financiando fábricas de painéis fotovoltaicos para trazer a tecnologia para o Brasil e gerar empregos;
  • A UFPE (Universidade Federal do Pernambuco) publicou, em 2000, o Atlas Solarimético Brasileiro, que mapeia o recurso solar em todo o país.

Fonte: Portal Solar

REN 482/2012 da ANEEL

Porém, a energia solar fotovoltaica no país tem tido seu crescimento recentemente.

Até 2012, a maioria dos painéis fotovoltaicos eram usados apenas em regiões isoladas sem acesso à rede elétrica.

Mas, nesse mesmo ano, com a regulamentação REN 482/2012 da ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica), foi permitida aos consumidores gerar e consumir a sua própria energia elétrica a partir de fontes renováveis. Isso deu mais liberdade e economia aos usuários.

A partir desse marco histórico, a instalação de sistemas de geração de energia solar aumentaram exponencialmente, ao permitir a troca de energia com a rede elétrica.

A REN 482/2012 da ANEEL foi revisada em 2015, sendo substituída pela REN 687/2015 da ANEEL, e neste ano ela está novamente em processo de revisão, estando com chamada pública aberta para este fim. Até dezembro de 2019, deveremos ter uma nova versão desta resolução.

Confira o artigo: ANEEL Reconhece Os Benefícios Da Geração Fotovoltaica Distribuída

energia solar fotovoltaica no brasilenergia solar fotovoltaica no brasil

 

Interessado sobre a energia solar fotovoltaica? Veja aqui como ela funciona!

Leave a Reply