Tendências Da Energia Solar Fotovoltaica Para 2019

Que o Brasil tem uma potência solar privilegiada, já sabemos. E por que não aproveitar toda essa capacidade que o Sol pode nos fornecer?

A energia solar é uma fonte renovável e limpa, e aliar consciência sustentável com economia de custos é a verdadeira tendência para 2019!

2018: marco histórico no setor de energia solar fotovoltaica

Só em 2018, o país passou da marca de 2 mil MW da potência operacional da fonte solar fotovoltaica conectada na matriz elétrica nacional.

E por que é um marco histórico? Em 2017, haviam 21.987 sistemas fotovoltaicos conectados à rede elétrica; sendo que, em 2018, foram 28.036 novas instalações. Mais que o dobro (dados da ANEEL).

A projeção é que continuem aumentando para este ano!

Isso ocorre devido ao alto preço das contas de luz e à inflação no preço da energia elétrica. Ao mesmo tempo que valores como sustentabilidade estão em alta, o uso de energia solar tem se destacado como alternativa à crise.

Tendências para 2019

Segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), espera-se que em 2019 o setor solar fotovoltaico ultrapasse os 3 mil MW até o fim do ano. Assim, atraindo a mais de 5,2 bilhões de reais em investimentos privados e a instalação de, ao menos, 1 mil MW em sistemas de pequeno, médio e grande porte.

No geral, a projeção é de que acelere a economia nacional, com crescimento de 88,3% em relação a 2018!

O que normalmente impede a aderência à energia fotovoltaica é seu alto custo inicial, mas esse mito já caiu por terra, de acordo com Ronaldo Koloszuk, presidente do conselho de administração da Absolar. “Trata-se de uma das fontes renováveis mais competitivas do Brasil, com retornos sobre investimento entre 3 e 7 anos na geração distribuída.”

Microgeração e minigeração

Em sistemas de pequeno e médio porte em residências, comércios, indústrias, produtores rurais, prédios públicos e pequenos terrenos, a projeção é de crescimento de mais de 97% em relação ao ano passado.

A geração distribuída solar fotovoltaica será a responsável pela movimentação de mais de 3 bilhões de reais em todo o país.

Outro marco importante para o setor fotovoltaico no Brasil em 2019 é que a ANEEL abriu uma chamada pública para se discutir a revisão da resolução 482, que define as regras para mini e micro geração distribuída.

Ainda neste ano deve ser promulgada a revisão com as novas regras do setor.

Geração centralizada

Na geração centralizada solar fotovoltaica, em usinas de grande porte, a projeção não é muito positiva para as expectativas do mercado.

De acordo com a Absolar, projeta-se mais de 380 MW. Isso é devido ao cancelamento do Ministério de Minas e Energia de dois leilões de energia solar fotovoltaica de 2016. O setor possui mais de 20.021 MW em estoque prontos para participar de novos leilões de energia do Governo Federal.

 

Por fim, a projeção é, no geral, bastante positiva para este ano de 2019. Se quiser saber mais sobre energia solar fotovoltaica, entre em contato!

 

Fonte: Matriz solar fotovoltaica ultrapassará a marca de 3 mil MW em 2019. Revista OE.