Qual A Diferença Entre Placa Solar Térmica e Fotovoltaica?

Quando falamos sobre energia solar, é comum haver confusão entre o uso de aquecedores solares e a energia fotovoltaica. Principalmente porque são as duas formas mais comuns de fonte de energia solar para o autoconsumo.

Porém, mesmo que sejamos banhados pela luz do Sol todos os dias, é possível extrair energia dela de diferentes maneiras

Neste artigo, vamos explicar a diferença entre a placa térmica e a fotovoltaica. Mas, antes, vamos falar um pouco sobre como utilizar a energia solar.

Usos da energia solar

O Sol é uma fonte de energia renovável. Isto é, por mais que utilizemos de sua luz, ela não vai se esgotar pelo nosso constante uso.

Outra vantagem é o fato de ser uma fonte de energia limpa, pois não há impacto ambiental (ou há mínimo impacto) envolvido em sua captação; diferentemente da utilização de carvão, por exemplo, que envolve a emissão de CO2 na atmosfera.

Podemos aproveitar os raios solares de três maneiras:

  1. Arquitetura Bioclimática: construções que, por meio da arquitetura, utilizam da luz ou do calor natural do Sol;
  2. Energia térmica: captação e transferência do calor dos raios solares para a água ou outros fluídos;
  3. Efeito Fotovoltaico: conversão da luz solar em energia elétrica por meio de células fotovoltaicas.

Os dois últimos são os mais utilizados e conhecidos. Vamos explicar com maiores detalhes, abaixo.

Painel solar Fotovoltaico

O sistema fotovoltaico funciona a partir de células fotovoltaicas — módulos construídos em material semicondutor (geralmente silício) — que, durante o dia, captam a luz solar, assim, gerando energia elétrica.

Quanto mais luz, mais energia. Daí vem o nome foto, que, em grego, significa luz.

Por esse motivo, as placas fotovoltaicas, o conjunto das células, são instaladas em locais onde o aproveitamento do Sol seja máximo, como em telhados ou no solo, no caso de fazendas solares.

A energia gerada, portanto, é enviada para o inversor que transformará a energia de corrente contínua para alternada, que é a utilizada em residências e empresas. Logo, pode ser aproveitada em qualquer aparelho que requeira consumo elétrico, como geladeiras, lâmpadas, etc.

O impacto na economia da conta de luz é significativo!

Além disso, se a geração de energia for maior que o consumo, a energia extra pode ser armazenada em baterias ou ser injetada na rede elétrica, gerando créditos que podem ser utilizadas à noite ou exportados para outras unidades de consumo do mesmo titular (resoluções 482 e 687 da ANEEL — Agência Nacional de Energia Elétrica).

Paineis solares

Painéis solares em uma casa

Painel solar Térmico

Por sua vez, o painel solar térmico basicamente é um tipo de instalação hidráulica. Envolve energia térmica (temperatura). Isto é, aquecimento de água.

O sistema de aquecimento solar aproveita do calor da radiação do Sol para aquecer água e outros fluídos, por meio de coletores solares e um reservatório térmico.

A água sai do reservatório e passa por coletores solares feitos de placas de vidro e tubulação interna de cobre ou alumínio, onde será aquecida.

Logo, a água retorna para o reservatório térmico que armazenará apenas a água quente. O sistema se conecta à rede hidráulica, fornecendo água quente para chuveiros e torneiras.

O tamanho da área da placa solar térmica e do reservatório depende da quantidade de água quente utilizada no local.

Fornecimento hidráulico de água

Energia Elétrica x Térmica

Portanto, a diferença chave entre os dois tipos é o tipo de energia gerado.

A placa solar fotovoltaica gera energia elétrica, indo para a utilização de aparelhos elétricos, lâmpadas, etc.

A placa solar térmica gera energia térmica, sendo utilizada no aquecimento de água de torneiras, chuveiros e piscinas.

Ambos são formas de energia sustentável e reduzem o custo de energia por virem da radiação solar, que é uma fonte renovável. E podem ser usados como complementares.